quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Quem te chamou ?

Talvez com o tempo você esqueça quem foi que te chamou, mas na Palavra fica bem claro quem chamou e com qual objetivo.

Vamos meditar em 1 Coríntios

Agora, meus irmãos, lembrem do que vocês eram quando Deus os chamou. Do ponto de vista humano poucos de vocês eram sábios ou poderosos ou de famílias importantes. Para envergonhar os sábios, Deus escolheu aquilo que o mundo acha que é loucura; e para envergonhar os poderosos, Ele escolheu o que o mundo acha fraco. Para destruir o que o mundo pensa que é importante, Deus escolheu aquilo que o mundo despreza, acha humilde e diz que não tem valor. Isso quer dizer que ninguém pode ficar orgulhoso, pois sabe que está sendo visto por Deus. Porém Deus uniu vocês com Cristo Jesus e fez com que Cristo seja a nossa sabedoria. E é por meio de Cristo seja a nossa sabedoria. E é por meio de Cristo que somos aceitos por Deus, nos tornamos o povo de Deus e somos salvos. Portanto, como as Escrituras Sagradas dizem: " Quem quiser se orgulhar, que se orgulhe daquilo que o Senhor faz." 1 Cor 26-31 

Não esqueça que foi Deus que te chamou. Não foi um homem, não foi o seu pastor, foi Deus.
E não fique orgulhoso e arrogante por ter um cargo na igreja, porque quando Deus te escolheu você não era nada. E lembre - se que sem Ele você é nada, sem Ele nada podeis fazer.
Deus abençoe! 


quarta-feira, 28 de outubro de 2015

As 27 ferramentas que ajudarão seu relacionamento (3ª parte)

Vamos continuar com as ferramentas?  
Já que me pediram, estou aqui! Vamos lá ! :) 

14. Reconstruir a confiança é trabalho em dupla
Se houve infidelidade, ou quebra de confiança em seu relacionamento, não importa quem foi o culpado, ambos terão de trabalhar pesado e juntos para reconstruir a confiança.
Se foi infiel, pague o preço. Elimine o telefone secreto, não apague mais mensagens do celular, dê acesso as redes sociais. Se continuar escondendo as coisas só continuará alimentando a desconfiança.
Conhece a palavra transparência? Quando você é transparente, não tem nada a esconder e passa a ser digno de confiança.
Não reclame e seja transparente. E a minha privacidade? Se você está casado abriu mão da sua privacidade no dia  do casamento. Vocês são dois, não é verdade? Então não esconda nada da pessoa que está contigo.
Seja racional. Esqueça o passado. Auxilie a pessoa nessa reconstrução, é um trabalho em equipe. É difícil? Ninguém disse que seria fácil.
Quando usar: quando houver traição, mentiras ou qualquer quebra de confiança no relacionamento e vocês decidirem por uma segunda chance.

15. Durma antes do problema
Não estou me contrariando. Mas se você detectar o problema antes de acontecer, poderá evitá - lo.
Pessoas lidam de maneira diferente com o estresse. Como regra geral, os homens precisam de espaço e as mulheres precisam falar. Claro, há exceções, então procure analisar a pessoa que está do seu lado. Saiba ouvir e saiba dar espaço quando necessário.
Não adianta querer resolver um problema com os ânimos exaltados. Respire, dê uma pausa e conversem depois. Conversar a base de emoção e irritação realmente não funciona.
Quando usar: tenha esta ferramenta sempre a mão para detectar sinais de estresse no parceiro, ou em si mesmo, e se precisar dê uma pausa.

16. Ensaie para a próxima vez.
Raramente você terá um problema novo. O mais comum é ter de lidar com problemas reciclados, que voltam de tempos em tempos. E o que fazer quando o problema volta? Primeiro, resolva o conflito usando aqueles dez passos que  já ensinamos  e em seguida, pergunte: como podemos evitar que isso aconteça novamente? O que fazemos se isso voltar a acontecer?
Faça um ajuste em suas expectativas. Esqueça o ideal e lide com o real. Quanto mais o abismo, maior a frustração e maiores os problemas.
Quando usar: sempre que identificar um problema ressuscitando dos mortos. Geralmente acompanhado do pensamento: Já vi esse filme.

17.Proteja suas noites.
A noite é um momento para se relaxar. Não estrague o clima da noite. Que tal não falar sobre problemas depois das oito da noite? Boa ideia né? 
Não esqueça que se vocês dormirem brigados, não dormirão como se fossem um.
Proteger a noite é proteger as horas que antecedem o momento íntimo de vocês. Não esqueça que o sexo começa na mente. Quando você não protege os momentos anteriores a estar com seu parceiro, elimina o clima e mata qualquer possibilidade de uma noite agradável.
Quando usar: todas as noites e outros momentos que antecedem o ato sexual . (Preciso dizer que isso é para os casados? ) 

18. Resgate seu companheiro.
Às vezes, chegamos cansados do trabalho ou do dia.
Um marido ou uma esposa dedicada, deve ser sensível a esta situação e aliviar para a pessoa. Exemplo: hoje vou te ajudar a lavar a louça, hoje você está cansada e vou pedir uma pizza, vou deixar você dormir enquanto preparo o seu jantar.
Lembre - se da pergunta: o que ele/ela precisa de mim agora? Dê ânimo? Cuidados médicos? Orientação? Companhia? O ajude no que precisar.
Quando usar: sempre que perceber que a pessoa está sobrecarregada ou sem condições de executar a tarefa.

19. Não faça ataques pessoais. 
"Você é mentiroso/a", "você é teimoso/a".
Quando você diz coisas desse tipo está dando um sinal que seu relacionamento está descendo o nível.
Ataque o problema, não a pessoa. Quando você xinga a pessoa que está ao seu lado, está se xingando, afinal foi você que escolheu essa pessoa para estar contigo. Sejam amigos e trabalhem juntos contra os problemas que surgirem.
Quando usar: em qualquer conversa, principalmente aquela que te irrita.

20. Não projete.
Se você teve uma experiência ruim no passado, não projete essa má experiência na pessoa que está do seu lado. Ela não é igual a outra pessoa. Não fará as mesmas coisas.
Se você ainda não esqueceu e por isso ainda compara a pessoa que está contigo com outra pessoa. Peça ajuda a Deus. A fé em Deus, não tem limites e pode curar as feridas mais profundas. Deus lhe dá capacidade de perdoar e até de - literalmente - esquecer.
A outra pessoa não tem culpa, mas seja justo. Você sabe as bagagens da pessoa, então compreenda, releve, dê um desconto e não reaja mal. 
Quando usar: assim que identificar um trauma ou acontecimento do passado como raiz de algum problema em seu relacionamento.

Por hoje, é isso. Deus te abençoe.


(Trechos adaptados do Livro Casamento Blindado)


quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Você ama as almas ?

Quando a pessoa recebe o Espírito Santo ela passa a ter os pensamentos de Deus e uma das características é o amor pelas almas.
Muitos dizem "ser de Deus", mas não apresentam essa característica, que é a principal para quem de fato teve o novo nascimento. Então, é impossível alguém que diz ter recebido o Espírito Santo não tenha essa disposição em salvar as almas.
" O fruto do justo é a árvore da vida, e o que ganha almas é sábio." Prov. 11, 30
Não importa sua posição na igreja, nem quantas almas você já ganhou, nem mesmo quantas responsabilidades você tem. Quem é salvo sempre irá querer salvar.
Quando você se dispõe a deixar que o Espírito Santo a use, Ele a usará no trabalho, em casa, na rua.. você será uma fonte transbordante. Se você ainda não tem o Espírito Santo e deseja fazer a vontade DEle em sua vida, então o busque com todas as suas forças e com certeza Ele descerá sobre você.


Adriane Soares 

terça-feira, 22 de setembro de 2015

As 27 ferramentas que ajudarão seu relacionamento (2ª parte)

Vamos continuar com as 27 ferramentas que podem ajudar seu relacionamento?

6. O que seu cônjuge pedir vai no topo da lista.
Quando seu companheiro lhe pedir algo, coloque isto no topo da lista, faça disso uma prioridade para que ele não precise pedir novamente. É uma regra simples que vale ouro.
Quando seu patrão lhe pede algo, você faz e rápido. E porque você não vai fazer o que a pessoa mais importante pra você te pediu?
Quando usar: sempre que ele/ela lhe pedir alguma coisa.

7. Cuide da aparência.
Muitos faziam questão de cuidar da aparência quando era início de namoro. Aí vem os meses de namoro e o casamento e junto parece que vem uma licença para andarem feios. 
É justamente o contrário. Quando você está com alguém deve se cuidar ainda mais.Vão sair ? Se arrume pra sair.
Vocês raramente devem sair juntos, então quando sair tente honrá- la, estar a sua altura. Faça um esforço por amor a ela, se arrume pra sair com ela. 
Se você está bem em seu interior, tem de mostrar em seu exterior, não apenas em seu jeito de se arrumar, mas em seu semblante, um sorriso, um olhar carinhoso.
Se você, mulher, está irritada por causa daquele período delicado do mês, avise o seu marido, não deixe que ele pense que o problema é ele.
Quando usar: sempre. E procure saber o que agrada a pessoa que está com você em respeito a aparência. Comunique suas preferências, mas não imponha nada. 

8. Nunca ridicularize seu companheiro.
Quer de forma privada ou pública. Cuidado com as piadas de mau gosto.
Não exponha falhas e fraquezas da pessoa que está contigo para outras pessoas.
Ridicularizar é desrespeitar. Não faça comentários que ofendam ou diminuam a pessoa. Lembre - se: o amor não fere.
Quando usar: sempre. Atenção dobrada quando estiver em uma discussão esquentada ou entre amigos.

9. Beba da santa água.
O que fazer para acabar com as discussões?
Uma vez, em um velho vilarejo existiam muitas contendas. Então, um velho sábio deu uma garrafa com água e disse: Essa água é santa. Toda vez que começarem a discutir, bebam um pouco, mas mantenham a água na boca 10 minutos antes de engolir. E digam para todos os vizinhos fazerem o mesmo. Em pouco tempo, ninguém mais discutia naquele lugar.
Entenda que você pode decidir não brigar. Você não vai ignorar o problema, mas terá domínio próprio,principalmente se decidir controlar a língua.
Quando usar: quando se sentir provocado a devolver palavras duras com outras mais duras ainda.

10. Inicie a conversa brandamente
Se começar uma conversa em tom grosseiro, haverá briga.
Quando a conversa começa bem, são grandes as chances de terminar bem.
Escolha com cuidado as suas palavras. Se achar que a pessoa não vai entender, mude a ordem da frase ou escolha outras palavras. E se perder a linha ?  Respire fundo, peça perdão e comece de novo.
Quando usar: sempre que for tratar de algum assunto delicado.

11. A gaveta dos problemas perpétuos.
Sinto lhe informar,mas certas coisas que nos irritam e consideramos defeito no nosso parceiro, para nossa tristeza, nunca mudarão.  Em vez de se frustar, pegue esse problema e ponha - o na gaveta dos problemas perpétuos - um lugarzinho na sua cabeça que é reservado para você lembrar que é em vão debater sobre aquele assunto. Desista de mudar a outra pessoa, isso não é possível. Você só pode mudar a si mesmo. Valorize as qualidades da pessoa e o conteúdo da gaveta terá cada vez menos importância em seu relacionamento.
Quando usar: quando identificar um problema perpétuo.

12. Apague os últimos dez segundos.
Ás vezes, o seu companheiro ou companheira, vai pisar no seu calo e você vai querer explodir, porém, lembre - se: você não precisa explodir. Use este mecanismo: pare, volte e apague. Dizendo : "Tudo bem, vou fingir que não vi, nem ouvi, o que acabou de acontecer. Vamos recomeçar."
Ajude a outra pessoa, releve, dê um desconto.
Quando usar: quando a outra pessoa pisou na bola e a sua vontade é fazer ela/ela engolir a bola.

13. Não deixe a linguagem corporal cancelar suas palavras.
Especialistas em comunicação afirmam que mais de 90% da comunicação é não verbal. Coisas como: comportamento, tom de voz, olhar, expressão facial e outras coisas, são responsáveis por quase tudo que transmitimos.
É aquela típica frase: um olhar diz mais que mil palavras. Ás vezes, falamos tanto somente com um olhar. Não é verdade?
Preste mais atenção nos sinais que você envia sem falar nada.  Uma expressão mais aberta e receptiva é o segredo da boa comunicação.
Mantenha sempre em mente que seu parceiro não é inimigo, seu objetivo é terminar a conversa bem. O que vocês querem é um bom relacionamento, não é? Queira isso com todas as suas forças e com todo o seu corpo- literalmente.
Quando usar: em toda comunicação.

Essas são mais algumas das ferramentas que podem te auxiliar. Vamos tirar elas do blog e praticar.


Fonte: Trechos adaptados do Livro Casamento Blindado.


domingo, 20 de setembro de 2015

Como você está servindo a Deus?

Quantas vezes você limpou a igreja, fez algo que o pastor pediu, sempre um servo dedicado. 
Quantas vezes ajudou muitas pessoas porque gosta de fazer o bem.
Mas eu te pergunto: você tem feito a Obra de Deus ?
Muitos respondem: Sim, sim ! Eu faço! Vou a igreja quase todos os dias, cumpro minhas escalas, limpo a igreja, tudo que meu pastor me pede, eu faço.
Amigos, isso não significa que você esteja fazendo a Obra de Deus. Existem duas maneiras de fazer a "Obra" e assim, muitos se enganam achando que estão fazendo a Obra de Deus.

1º exemplo: Existe aquele servo que faz a Obra porque se sente bem, porque gosta de ser contado, fica satisfeito quando ajuda alguém ou feliz quando o pastor conta com ele. Mas aí está o problema, normalmente  quando se esta satisfeito, acha que tudo satisfaz, você não está mais vivendo na dependência de Deus, porque pensa que já sabe tudo e sua vontade sempre vai estar acima porque gosta de fazer aquilo que agrada. Quando você precisar fazer algo que  vá te tirar da zona de conforto,  você se sentirá incomodado e  vai se questionar. 
2º exemplo: Faz a Obra para ter algo em troca, como exemplo, a mulher quer casar com um pastor, por isso, ela acha que precisa chamar atenção e mostrar ser uma pessoa dedicada, ou um homem que desejar ser pastor, acha que por isso deve mostrar "serviço". 
Isso é fazer algo pensando em receber uma benção para alguma área da sua vida ou reconhecimento de alguém.
A Obra de Deus quando feita da maneira certa é feita sem nenhuma intenção a não ser agradar  somente a Deus, zelar pela sua Obra e não ter medo de proteger a Obra quando ver algo errado, mesmo que se pague o preço. Mas você sabe, que mesmo que corra riscos Deus o justificará pelo seu cuidado com a Obra Dele.
Quando você faz a Obra de Deus, você supera tudo. Seja problemas pessoais, familiares, trabalho. Mesmo com tudo e com todas as dificuldades você sempre estará disposto a agradar somente a Deus, não se preocupando com o que os outros vão pensar. 
Quando você deposita essa confiança em Deus, Ele se encarrega de dar a recompensa, mas essa recompensa não é o reconhecimento do ser humano, nunca conte com isso, 
a maior recompensa é a que Ele pode fazer dentro de você. Quando você abrir a boca o próprio Deus vai falar através de você.
Vamos aproveitar o Jejum de Daniel para se fortalecer e se você não tem feito a Obra de Deus da maneira certa, esperando alguma recompensa ou reconhecimento, ou deixou que a sua família, estudos e a correria do dia te afastassem do que Deus te confiou, então te oriento que o mais rápido possível aproveite essa chance que o Senhor Jesus está te dando e volte a fazer aquilo que Ele te confiou.
Busque O conhecer e aí colherá os frutos de um servo bom e fiel.

Afinal, você está servindo os homens ou Deus? 
Está fazendo a sua vontade ou a vontade de Deus ?


 Adriane Soares 

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Quando eu me casar, vai ser por interesse ...

Não fui eu que escrevi, mas eu concordo ...

Só vou casar por interesse.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de fazê-lo feliz.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de querer dormir e acordar ao lado dele, por toda a minha vida.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de que ele seja o pai dos meus filhos.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de querer construir não apenas uma família com ele, mas um lar.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de querer recebê-lo com um beijo, todos os dias que ele chegar em casa.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... porque realmente quero demonstrar interesse na felicidade dele.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... interesse de saber tudo que ele gosta e não gosta.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de saber como foi o dia dele.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de saber qual é o filme que ele quer assistir naquela noite ou na próxima.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de assistir futebol com ele.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de aprender a fazer a comida que ele mais gosta.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... interesse em fazer massagem nas costas dele, depois de um dia cansativo em seu trabalho.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de querer abraçá-lo todos os dias.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de querer estar ao lado dele nos momentos ruins.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de incentivar a carreira dele.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de fazê-lo se aproximar mais de Deus.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de fazê-lo rir, sorrir.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de orar com ele e por ele.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de todos os dias repetir o quanto eu amo.
Quando eu me casar, vai ser por interesse... de ser a melhor esposa do mundo, para ele.

Patrícia Liana Ritter Geiger
Fonte : http://ideiasnoforno.blogspot.com.br/2014/01/quando-eu-me-casar-vai-ser-por-interesse.html 



terça-feira, 1 de setembro de 2015

As 27 ferramentas que ajudarão seu relacionamento (1ª parte)

O próximo capítulo do Livro Casamento Blindado, fala sobre sexo.
Sim, ele é realmente importante na vida de quem é CASADO.  
Solteiros, namorados e noivos não estão incluídos
O sexo é para quem está casado e a vida sexual saudável é uma das principais ferramentas de blindagem do casamento. Mas resolvi pular essa parte e ir para as 27 ferramentas que lhe ajudarão a consertar e manter seu casamento.
Essas informações lhe ajudarão a montar a caixinha de ferramentas que será útil em um momento de emergência em seu casamento. Muitas dessas ferramentas você já conhece, mas não pratica. A força delas está na prática conjunta com outras ferramentas.

Vamos iniciar então as 27 ferramentas :

1. Não durma com o problema.
Não vá para a cama com um problema não resolvido entre vocês. (Isso não serve só pra casamento, mas também para namoro e noivado)
Acredite, resolver o problema mais tarde só fará  com que ele se agrave. Não é errado se irar, mas sim deixar que essa ira continue no dia seguinte.
Que tal combinar o seguinte: A partir de agora, quando tivermos um problema, vamos conversar sobre e não vamos dormir até que ele esteja resolvido.
(Nem que isso te custe umas horas a menos de sono)
Problema adiado é problema piorado.
Quando usar: sempre que houver algo mal resolvido, quando você está carregando algo dentro de si contra o parceiro, quando um está dando gelo no outro.

2. O amor nunca fere.
Não existe justificativa para ferir seu cônjuge, quer seja de maneira física,verbal ou emocional. Estar nervoso não é motivo para ferir a outra pessoa. 
Nunca aja com agressividade, pois o verdadeiro amor não machuca. Isso também inclui palavras baixas, xingamentos, palavrões e palavras que machucam. 
Mantenha um alto nível, não xingue, não ataque o caráter.
Quando usar: quando suas emoções afloram e você quer explodir com a outra pessoa. Guarde esta frase: o amor nunca fere.

3. Não generalize.
Não importa como você completaria essas frases: você nunca ... você sempre ... Ambas causam problemas.
Você sempre faz o que quer, nunca o que eu quero... você nunca me ouve... esse tipo de afirmação raramente é verdadeira e só serve pra aborrecer e deixar triste a pessoa que está com você.
Não aumente, não generalize. Não é porque a pessoa não te ouviu uma vez que nunca vai te ouvir.  
Cuidado com as palavras : nunca, sempre, nada, tudo e toda vez. São palavras que podem causar problemas. Evite - as.
Quando usar: em toda comunicação entre vocês. Se escapar uma palavra dessas, desculpe - se e remonte a frase. Se seu parceiro ou parceira, generaliza, aponte o erro para não repetir no futuro, mas foque no que ele realmente está querendo dizer.

4. Pare de reclamar e comece a orar.
Seu companheiro insiste em fazer algo errado ou não quer mudar, você já vem reclamando há anos e nada acontece. Não adiantou reclamar com ele? Reclame com Deus. Peça a ELe que toque o coração da pessoa e lhe dê sabedoria para lidar com aquilo. 
A oração tem mil e uma utilidades. Além de fazer o que você não pode fazer, ela lhe ajuda a lidar com a ansiedade, frustração e outras coisas.
Pense bem, você está indo a quem criou o casamento, está reclamando direto com Aquele que deseja que o seu casamento seja uma benção. Mas seja perseverante, nem sempre a resposta vem na manhã seguinte. Insista em oração a Deus e ore por você também.
Deus não somente nos dá conforto e paz, mas direção para saber o que fazer. Funciona em todas as situações da vida.

5. Mostre apreciação.
Quando identificar indiferença é o momento para usar a apreciação. Quando cada um vive no seu mundinho e não compartilham nada, mas fique tranquilo, é possível reverter a situação. Repita a frase que você mais encontra nesse livro : casamento feliz dá trabalho.
Se pergunte: o que posso fazer por ele ou ela?
Ele pode estar estressado, ou para baixo, precisando de companhia, e saber que tem alguém do lado fará bem. Às vezes, basta uma palavra, um apoio, um olhar ou uma frase: vai dar tudo certo.
Todos gostam de receber elogios. Um aviso: o homem não sabe receber elogio, mas isso não significa que não goste.
Quando usar : sempre. Especialmente quando notar distância ou indiferença.

Por hoje, deixo essas 5 ferramentas para te ajudar.
Gostou ? São 27 ferramentas que podem mudar o seu relacionamento. 
Pratique - as !

Fonte: Trechos retirados e adaptados do Livro Casamento Blindado.